Sou formada em Publicidade e Propaganda; Letras Inglês e Português; fiz Pós-graduação em Planejamento Educacional e Docência do Nível Superior; e Mestrado em Educação.

sábado, 28 de fevereiro de 2009

População e Amostra

População é o universo a ser pesquisado. Amostra é parte de um universo, é a parcela de população de sujeitos selecionada segundo conveniência da pesquisa.

Sujeito é aquele que será investigado; indivíduo é o sujeito na sua singularidade; entrevistado é o sujeito abordado e entrevistado pela técnica de pesquisa.

As amostras variam de tamanho segundo critérios específicos de seleção de sujeitos. Podem ser tipificadas como:

- “amostragem por saturação”: os sujeitos são escolhidos por homogeneidade e é fechada quando as informações passam a ser repetitivas;

- “bola-de-neve”: estudos aprofundados dos sujeitos, que acrescentam informações até atingir o estágio suficiente à estruturação e organização da pesquisa;

- “amostragem por variedade de tipos”: sujeitos são selecionados por critérios de homogeneidade eleitos pelo pesquisador, com número fechado de informantes.

Quanto aos tipos, a amostra é classificada nas seguintes categorias:

1) Amostragem aleatória simples

De difícil aplicação, pois despreza o conhecimento prévio da população que o pesquisador possa ter.

2) Amostragem sistemática

Se assemelha à amostragem simples, devendo ser aplicada somente nos casos em que seja possível identificar previamente a posição de cada elemento em uma população ordenada.

3) Amostra estratificada

É a seleção de uma amostra de cada subgrupo de uma determinada população.

4) Amostra por conglomerados

Aplicável no caso de pesquisa em famílias, quarteirões, organizações, ou seja, é recomendável quando a população a ser pesquisada é composta de todos os elementos da população.

5) Amostragem por cotas

É aplicável para o caso de população com quantidade elevada de elementos, em que há necessidade de pesquisa de quotas da população.

Nenhum comentário:

Postar um comentário